Buscar
  • Eduardo Mello

Âmbar ou Copal, qual a diferença?

Basicamente o que muda entre os dois é que o Âmbar é uma resina vegetal FOSSILIZADA e o Copal uma resina vegetal SEMI-FOSSILIZADA, sendo o Âmbar mais duro que o Copal pois sua idade é maior do que a do Copal, e essa diferença de idade deixa o Âmbar mais duro devido ao processo de fossilização.


Enquanto o Âmbar tem, em média, uns 40 milhões de anos, a maioria dos Copal encontrados no mercado tem 16 milhões de anos ou MENOS, sendo os mais jovenzinhos de apenas 200 anos.


Há diferenças também na quantidade de Ácido Succínico, aquele com efeitos ANTIINFLAMATÓRIOS responsável por aliviar as dores na dentição das crianças, enquanto o Âmbar possui de 3% a 8% deste ácido o Copal possui de 0% a 3% em média.


Sendo assim coloco minha opinião sobre qual devemos usar e em qual caso. PARA MIM, na Cristaloterapia, para os efeitos de “selar a aura” e “preencher buracos áuricos” depois de momentos traumáticos, OS DOIS SERVEM. Claro que as qualidades mais transparentes e duras são melhores, mas ambos dão conta do recado.

Já para o uso em colares para as crianças, OPTE pelo ÂMBAR original, se possível o Báltico, devido a presença muito maior do Ácido Succínico.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

EDUARDO MELLO CRISTAIS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS