• Eduardo Mello

RUBI




"Cabeça e coração conectados no céu e PÉ na TERRA, bem fincados. Afinal, uma árvore sem raízes tomba no primeiro vendaval!"



É um cristal que geralmente vem da Índia e é considerada uma pedra preciosa, seu valor de mercado geralmente é bem elevado. Mais podemos encontrar variedades brutas à preços acessíveis.

Em termos energéticos temos dois pontos principais para serem considerados, são eles: O primeiro, mais “pé no chão”, diz respeito à sua afinidade com o chakra da base, o primeiro, que nos conecta à Terra, emite nossas RAÍZES e nos lembra que vivemos na matéria, apesar de sermos, em essência, Espírito. Ele nos ajuda a honrar a matéria, a viver nela de maneira plena, a controlar a matéria e não ser controlada por ela. Por ter sido sempre ligada à realeza e jóias, pode ser muito útil para ajudar as pessoas a entenderem como não se fascinar e se perder em meio à riqueza e ao dinheiro, ensinando a honrar a matéria e a compreender que ela deve sempre ser orientada pelo Espírito, e nunca o contrário.


O Rubi nos ajuda a "sacralizar" a matéria, ou seja, a entender que é através dela que a Alma pode evoluir no estágio atual da humanidade e que ela, a matéria, foi criada da mesma essência divina que a tudo permeia. Se no final tudo é unidade, matéria e Espírito vieram do mesmo lugar e, se soubermos aprender a função de cada um, colocando cada um no seu lugar, poderemos compreender que a matéria, se guiada pelo Espírito, se torna veículo para os ditames da Alma, e tão sagrada quanto os níveis superiores.


Ainda no plano mais denso, o Rubi ainda nos ajuda a conseguirmos "traduzir" as mensagens do plano das idéias para o plano material, facilitando a ponte entre esses dois níveis. Ou seja, o Rubi é um ótimo aliado na CONCRETIZAÇÃO e na materialização de ideias e planos auxiliando a desenvolver uma mente mais "realista", organizada e que consegue compreender que para as coisas saírem do "papel" é necessário planejamento, organização e agir no HOJE.


Em uma segunda oitava, o Rubi conecta com o raio de mesmo nome (rubi). Esse raio, dentro do estudo espiritual dos 7 raios, está relacionado com a energia DEVOCIONAL, da conexão com o Divino através da energia devocional, do amor e da amorosidade. É representado simbolicamente pelo SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS dentro do Cristianismo ou, dentro do Hinduísmo, com os devotos de Krishna.

Enfim, o Rubi é um dos grandes mestres do cristais coloridos, nos conectando ao mais elevado dos ideais divinos, que é o Amor, ao mesmo tempo que nos ajuda a equilibrar o divino e o material.



57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA