Buscar
  • Eduardo Mello

A Ametista nos dias atuais.

Vivemos em um momento de DESPERTAR enquanto sociedade. As pessoas estão saindo do MODOS OPERANDI industrial que nos caracterizou desde a Revolução Industrial, tínhamos tudo compartimentalizado, rígido, cheio de regras e com alguns POUQUÍSSIMOS decidindo o que as massas iriam pensar e consumir. Vivíamos em um mundo aonde o Religare era vivido apenas dentro dos templos, separado do dia-a-dia, separado da ciência, separado da vida. Vivíamos em um mundo com muito menos opções, caminhos e trilhas alternativas. Esse mundo não queria nos empoderar, apenas nos tocar como bois dentro da boiada. Com o advento da internet, com a perda do poder de manipulação de massa dos grandes meios de comunicação, o questionamento dos dogmas religiosos e a constatação de que apenas o TER material não trás a tão almejada FELICIDADE, a sociedade começou a se questionar. Hoje buscamos ALGO MAIS, temos oportunidade de pensar diferente, de criar o novo baseado em nossas aspirações internas, não precisamos mais bater ponto, nem buscar Deus apenas nos templos. Hoje estamos entendendo que ciência e espiritualidade podem SIM andar juntas. Hoje a palavra INTUIÇÃO é usada até no mercado financeiro. Esse movimento de despertar, de se abrir para o novo, de achar SEU PRÓPRIO CAMINHO, alinhado com a Alma e o Propósito é o caminho que a AMETISTA nos convida a trilhar. Com sua energia de transformação e dissolução do Velho, ela vai, aos poucos, nos ajudando a sair da caixa, a ter coragem de OUSAR fazer diferente. Ela nos ajuda a achar o NOSSO caminho, que é único e está escrito lá no fundo de nosso coração. Essa é a Ametista, um grande ser “disfarçada” de pedrinha comum. Não poderia ser diferente, pois os grandes de verdade nunca mostram sua verdadeira envergadura para não oprimir, preferem se colocar ao lado para caminhar juntos.

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo