• Eduardo Mello

ANGELITA



Se nossa criança interna é curada e acolhida, podemos viver nosso EU REAL, do contrário seremos apenas reflexos das dores de nossa criança ferida e não manifestaremos nosso potencial máximo.


A maioria das angelitas do mercado são proveniente do Peru, possuem uma cor azul claro muito agradável e sua energia é muito reconfortante, quase um “abraço”.


A Angelita traz uma sensação de acolhimento e proteção, para momentos que nos sentimos vulneráveis e sensíveis demais. Ela é conhecida com o cristal do “anjo da guarda” pois sua energia acolhe e protege, principalmente em momentos de excesso de estresse e desafios. Muito utilizada para ajudar em momentos de relaxamento, pois alivia a tensão, o medo e a sensação de “alerta”.


As crianças se dão muito bem com esse cristal, sendo um dos mais indicados para presentear os pequeninos, talvez o mais indicado. Segue um texto contextualizando melhor o porque deste cristal ser tão importante para as crianças:

“As crianças nascem puras, livres e conectadas, porém o mundo nem sempre as deixa se expressarem de maneira livre. Logo cedo elas já aprendem que o mundo é perigoso, que os sonhos delas são inalcançáveis e que as coisas são difíceis. Aos poucos elas começam a desacreditar em seu mundo criativo, colorido, lúdico e feliz, e passam a viver em um mundo cinza, cheio de tarefas e sem graça.

O que a Angelita pode contribuir nesse processo é de ACOLHER e PROTEGER essa criança para que ela possa se sentir mais segura para SER ela mesma. Para confiar em si e continuar a SER CRIANÇA, leve, feliz, autêntica. É como se a Angelita fosse um ‘anjinho da guarda’ e pegasse na mão dela e dissesse, ‘pode ir, eu te protejo’.”


Por ter grande afinidade com as crianças, esse cristal também pode ser usado para ajudar com o trabalho da criança interna dos adultos, a deixando mais acolhida, nutrida e livre para se expressar de acordo com sua essência pura, espontânea e livre.



45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA