• Eduardo Mello

LÁPIS LAZÚLI



Quando compreendemos que o mundo exterior é apenas um reflexo do mundo interior.

O Lápis Lazúli possui uma cor azul profundo, geralmente com pontinhos dourados, e é uma das pedras mais conhecidos em todo o mundo. Diferentemente da maioria dos cristais que estudamos, o Lápis Lazúli é uma Rocha, ou seja, é composta por diversos minerais e não apenas um. Sendo a Lazurita a de maior ocorrência, que dá a cor azul, e a Pirita também quase sempre presente, aparecendo como aqueles pontinhos dourados.


Assim como a maioria das pedras e cristais de cor azul mais escuro, sua maior afinidade energética se dá com o chakra frontal, o da testa, e atua de maneira mais forte no nível mental. O seu aspecto terapêutico mais importante é, ajudar no movimento de olhar para dentro, de começar a reconhecer que o mundo exterior é apenas um reflexo do mundo interior, e que as causas estão sempre dentro e não fora.


A célebre frase do psicólogo Carl Gustav Jung que diz: “Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta”, pode ser compreendida como um resumo da atuação desta rocha. Isso significa que o Lápis Lazúli ajuda a pessoa a compreender quem ela realmente é, suas necessidades, crenças, limitações e virtudes. Apenas se conhecendo é que ela será capaz de fazer uma autoanálise e poderá ajustar o que for preciso para criar uma vida mais alinhada com o que realmente deseja.


Segundo a lenda, o Lápis Lazúli era usado em forma de pó nos olhos dos corpos que estavam sendo mumificados para ajudar suas almas a acharem o caminho para o outro plano da existência. E é justamente esse movimento que ela faz, mostrar o caminho de dentro para fora, ajudando a pessoa que trabalha com essa pedra a compreender que somente ela é responsável por criar seu próprio caminho.


Podemos fazer uma analogia com as cores desta pedra aonde sua cor azul profundo representa um céu noturno, quando fechamos os olhos e comtemplamos nosso ser interior. Muitas possibilidades, direções, pouca visibilidade, ficamos perdidos. Já os pontinhos dourados de pirita seriam estrelinhas, pontos de luz dentro desta escuridão, indicando o caminho para que possamos nos guiar dentre desse mundo infinito que somos nós mesmos. Se aprendermos a fechar os olhos, ver, sentir e reconhecer dentro de nós todos os sinais que estão disponíveis para serem nossos guias, não teremos como errar, criaremos uma vida harmônica e plena. E o Lápis Lazúli pode ser um grande auxiliar na compreensão deste processo.



111 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA