• Eduardo Mello

LARIMAR



Surfando as ondas da vida, assim como os golfinhos!



O Larimar é um cristal único no planeta Terra, sendo encontrado apenas na República Dominicana, em meio aos mares do Caribe, aonde parece que a essência desses mares foi plasmada nesse cristal de um tom azul maravilhoso, mesclado com manchas brancas. Sua energia é muito leve, gostosa e fluídica, geralmente associada à essência dos golfinhos.


Falar do Larimar é trazer à tona a palavra entrega, isso por que sua energia nos ensina sobre como não estamos no controle dos caminhos da vida, e que ela possui um próprio fluxo, e que sábio é aquele que tenta compreender esse fluxo e segue de acordo com ele, e não fica lutando contra à vontade maior. Esse é um dos grandes ensinamentos da corrente de pensamento Taoísta, que utiliza o termo Wu Wei para exemplificar esse movimento de aprender a seguir o “fluxo da vida”, atendo a cada “curva do rio”, para não ser surpreendido por ele e poder sempre dar a melhor resposta para o próximo desafio à frente.

O Larimar tem a capacidade de nos ajudar a entrar no fluxo da nossa própria vida, cientes de que, se o todo possui um plano maior, as partes que o compõe também possuem suas funções dentro do todo. Ao compreender essas funções e se reconectar com elas, cada uma dessas partes pode voltar a viver de acordo com esse fluxo, simplesmente seguindo de acordo com o “movimento do rio” taoísta. Essa função de cada uma das partes é o que comumente chamamos de propósito de vida, que nada mais é do que seguir os ditames do coração, que sempre guia a pessoa por seu melhor caminho, para fazer àquilo que lhe trará realização, crescimento e abundância, e o cumprimento de sua parte dentro do todo.

Assim como os golfinhos que “brincam”, pulam, rodopiam e surfam as ondas da Vida, o Larimar nos ajuda a entrar nessa mesma sintonia, leve, fluídica e solta. Confiantes que a vida sempre nos mostrará o melhor caminho, basta que saiamos do controle intelectual e passemos a ouvir mais o coração e a mente superior.


Sair do controle da vida não é uma tarefa fácil, ainda mais em uma sociedade que acha que pode controlar tudo, inclusive a própria natureza. Porém, os ensinamentos dos grandes sábios do passado, nos mostram que devemos sim ter força de vontade para ir atrás do que é nosso, mas que devemos, ao mesmo tempo, aprender a ouvir e ver os sinais da vida, sentir o fluxo maior e sempre nos perguntar: “Para que estou aqui? Como posso ser útil? Qual é o meu recado ao mundo? ”. Apenas assim poderemos estar no nosso próprio caminho e se tivermos a flexibilidade e a leveza dos golfinhos, que brincam e surfam as ondas da vida enquanto vivem, poderemos sempre nos adaptar aos movimentos maiores da vida e apenas assim estaremos sempre prontos para o próximo desafio, sem apegos ao passado, prontos para ver o que a próxima curva do rio nos reserva. Esse é o aprendizado, super valioso, que o Larimar nos ajudar a assimilar.



90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA