• Eduardo Mello

MORGANITA




A energia do rosa em uma oitava superior.

A Morganita é a variedade rosa da família dos Berilos, que ainda possui a Água-Marinha, Esmeralda e outros como integrantes. Ela pode ser encontrada com diferentes qualidades, dos cristais mais opacos e leitosos, até os mais translúcidos e transparentes. Para os fins energéticos que estudaremos, se faz necessário que o exemplar seja no mínimo translúcido. Os cristais mais opacos e leitosos não chegam no mesmo nível de vibração do que o exemplares translúcidos e transparentes.

Do ponto de vista terapêutico, a Morganita possui uma energia rosa muito sutil e elevada, o que a torna difícil de ser explicada em palavras. Ela acessa oitavas mais elevadas da energia rosa, que sempre está ligada ao Amor. Porém, falar de Amor pode ser muito vago, e por isso precisamos entender em qual aspecto desta palavra que a Morganita atua.


Se pudéssemos separar os cristais por vibração energética e os correlacionar com os campos sutis do corpo humano, a Morganita estaria em maior ressonância com o campo espiritual do ser humano, isso quer dizer que sua frequência energética é bem elevada e ajuda a pessoa a desenvolver o Amor por um ponto de vista espiritual.


Esse olhar elevado do Amor, por uma ótica espiritual, ajuda a pessoa a começar a entender, mesmo que de maneira muito tênue, a consciência dos grandes mestres, que aprenderam a não julgar, a ter compaixão com o sofrimento alheio e a compreender que a palavra amor é o sinônimo do que chamamos Deus. Sim, para a maioria dos grandes mestres a divindade se expressa através do Amor, ela é Amor.


Sabemos que esse conceito é bem elevado e distante da maioria das pessoas, mas a Morganita pode ajudar a começar esse processo de entendimento, ajudando, incialmente, a pessoa a ver a vida de maneira mais bela, mais completa, sem julgamentos e sabendo que tudo está e sempre esteve no seu devido lugar.


Ela ajuda a acessar um amor mais elevado, verdadeiro, não aquele amor dependente, deturpado, tão comum nos dias de hoje. Esse amor que podemos chamar de “espiritual” não pode ser expresso em palavras, mas, com o desenvolvimento interno da pessoa, naturalmente seu olhar para com o mundo começa a mudar, suas causas, efeitos e consequências passam por uma revisão, e começam a ser vistos por uma nova oitava. Tudo passa a fazer mais sentido, nada mais parece desconectado, e Deus começa a ser percebido em muito mais lugares do que apenas nos templos; principalmente dentro de si mesmo e na natureza. Com o passar do tempo ele passa a ser reconhecido em cada vez mais lugares e pessoas, e por fim passa a ser visto em tudo e todos. Toda a vida passa a ser Deus criando seu cenário para a grande evolução, aonde tudo é criado com Amor e por Amor para a evolução de seus filhos, nada está fora do lugar.


Nesse ponto a pessoa passa a amar o outro, o próximo, como a si mesmo, como um membro de sua família. Esse é o ideal máximo da Morganita, o verdadeiro Amor Incondicional, que está muito longe da grande maioria da humanidade atual, mas que é passível de ser alcançado por todos.


Esse nível de consciência não será alcançado apenas usando esse cristal. O processo real é que a pessoa precisa estar em um processo de autodesenvolvimento espiritual por contra própria, com disciplina e entrega, e quando chegar a hora, ela será atraída pela Morganita, que a irá ajudar a desenvolver algumas partes dos conceitos citados acima. Sim, apenas algumas, esse processo é muito longo, e o assimilamos em partes, sem pressa, pois sabemos que para chegar na meta final do verdadeiro amor incondicional, são necessárias muitas vidas.



30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA