• Eduardo Mello

QUARTZO FUMÊ

Atualizado: 9 de jul.





Apenas integrando nossa sombra que podemos nos libertar e deixar brilhar a luz que habita em nosso interior.



O quartzo fumê é a variedade mais escura dos cristais de quartzo, tendo sua cor variando do cinza claro ao quase preto. Ocorre naturalmente na natureza, mas atualmente é muito comum realizarem o aquecimento de cristais de quartzo transparente para virarem fumê artificialmente. Para os nossos fins energéticos, o ideal é que usemos os 100% naturais, para isso se faz necessário os adquirir em lojas de confiança, que sabem de onde o cristal foi extraído.


Podemos entender o quartzo fumê, de um ponto de vista mais superficial, como um cristal de aterramento, de fortalecimento do chakra básico. Legal, isso ele realmente faz, porém, ele pode ir muito mais profundo, e é esse uso mais profundo que faz desse cristal uma peça imprescindível no kit de cristaloterapia.


O quartzo fumê, com seu tom esfumaçado, possui a capacidade de ajudar a pessoa a acessar a sua sombra. O termo sombra foi amplamente difundido e estudado pelo psicólogo Carl Gustav Jung, e, em termos gerais, se refere a aspectos da pessoa não trabalhados pela consciência. A sombra pode ser formada por traumas não trabalhados, vivências desafiadoras, crenças limitantes oriundas de relações familiares e sociais, enfim, diversas informações que ficam em uma zona quase escondida e que muitas vezes podem exercer influências negativas na vida da pessoa sem ela se dar conta.


Em diversos processos terapêuticos, muitas vezes é necessário acessar a sombra para que as verdadeiras causas de algumas dificuldades possam ser acessadas. Mas, como esse processo pode ser doloroso, é comum que a maioria negue esse lado sombra e queira vez apenas o lado luz. O que o quartzo fumê ajuda a fazer é trazer à consciência o entendimento da necessidade do trabalho com a sombra e ainda ajuda no acesso a esses aspectos não trabalhados, para que estes possam vir para a luz para serem compreendidos e integrados.


Importante frisar que esse processo quase sempre precisará ser feito com o acompanhamento de um psicólogo ou terapeuta qualificado, pois acessar a sombra é um processo desafiador e um suporte profissional sempre deixará o processo mais fácil. Mesmo assim, é importante entender essas possibilidades do quartzo fumê pois, se ao fazer uso pessoal deste cristal ou em terapia, a pessoa vir emergir conteúdos da sombra de si ou de seu cliente, que ela possa compreender o que está acontecendo para saber encaminhar da melhor maneira possível esse processo, seja acolhendo e trabalhando esse aspecto consigo mesma ou procurando um profissional que possa auxiliar no caso.


Ainda existe um uso muito importante do quartzo fumê dentro da cristaloterapia que é sua possibilidade de ser usado como cristal de limpeza de energias estagnadas no campo emocional. Ele não vai liberar traumas arraigados nessa esfera do campo da pessoa, isso não dá para ser feito assim tão fácil, o que ele faz é limpar todos os lixos emocionais que são gerados no dia-a-dia, são emoções geradas nas relações interpessoais, ao assistir conteúdo que gere grandes alterações emocionais e outros eventos que possam trazer energias desequilibradas nessa faixa de energia. Para isso basta fazer uma varredura na aura da pessoa com uma ponta natural de quartzo fumê durante a sessão de cristaloterapia. Essa técnica é ensinada nos cursos de cristaloterapia do professor Eduardo Mello.



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA