• Eduardo Mello

QUARZTO ROSA

Atualizado: 11 de jul.




"Sem nos amar, não podemos amar ninguém. Afinal, não podemos dar algo que não temos".



A variedade cor de rosa da família dos quartzos é um dos cristais mais vendidos dentro do mundo da cristaloterapia. Existem muitos atributos relacionados a ele, alguns, puro mito, outros, mais fundamentados. O principal mito sobre esse cristal é que ele só pode ser usado em conjunto com o quartzo verde, essa afirmação não corresponde à realidade e o quartzo rosa pode ser usado tranquilamente sozinho, sem nenhum problema; seja como pingente, amuleto, meditação ou qualquer outro método escolhido.


Se pudéssemos resumir os atributos terapêuticos do quartzo rosa em apenas um, certamente seria Amor Próprio. Esse conceito parece simples e vago, mas na realidade guarda dentro de si verdadeiras joias de sabedoria que são muito válidas nos dias atuais.


Na sociedade moderna vemos uma tendência ao comportamento de massa, existem padrões estabelecidos de beleza, de carreira, de dinheiro, de ser espiritualizado, enfim, de tudo. Com a disseminação dos meios de comunicação, inclusive das redes sócias, ficou muito fácil absorver padrões estabelecidos do que é o ideal à ser seguido.

a

O problema destas padronizações é que elas geram grande frustrações. Grande parte do estabelecido pelos meios de comunicação não é verdadeiro, é apenas criação e marketing, para vender ou promover algo ou alguém. Com isso as pessoas tentam buscar algo que é inalcançável para a grande maioria, e os poucos que chegam no patamar almejado, descobrem que a felicidade que teriam que sentir não estava lá, afinal, aquilo tudo era mentira, apenas uma criação ilusória.


Essa padronização de ideais acaba por desviar muitas pessoas do cultivo de suas próprias características e de seguir seus próprios caminhos. Ficam infelizes com seus corpos, não valorizam suas aptidões e, algumas vezes, deixam de lado seus valores para fazer o que acham que precisa ser feito para se enquadrarem no estabelecido.


Todo esse afastamento das necessidades reais da pessoa cria um vazio interior, na Alma, pois é no cumprimento dos ditames da Alma que o coração é preenchido, é na valorização das características únicas de cada ser que a verdadeira beleza da diversidade pode ser reconhecida. É apenas quando o caminho que a pessoa nasceu para trilhar começa a ser galgado, que o coração se acalma e o amor por si mesmo pode emergir.


Trabalhar com o quartzo rosa é voltar a valorizar cada aspecto do ser, é lembrar que nunca a aprovação de alguém vai suprir o vazio deixado pela negligência dos dizeres da Alma, é compreender que a beleza exterior só pode ser reconhecida quando se reconhece a beleza interior. Esse cristal ensina a cultivar o jardim de cada um, pois, assim como dizia o antigo provérbio: “O segredo não é correr atrás das borboletas, mas cultivar o jardim para que elas venham até você”.



64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

VIVIANITA

VANADINITA