Buscar
  • Eduardo Mello

Como se formam os buracos e fissuras na aura?

Aqui vamos aprofundar um pouco mais como e aonde o Âmbar atua, pois acho ser de FUNDAMENTAL importância para os estudantes e terapeutas compreenderem esses processos do mecanismo de cura dos corpos energéticos dos seres humanos!


Sempre que me refiro ao Âmbar cito sua função de “selar” a aura, preenchendo os buracos e fissuras que podem aparecer nela. Mas a pergunta sempre fica, como elas surgem? O que pode gerar esses buracos que o Âmbar ajuda a preencher? Bom, existem INÚMERAS causas, mas vou citar as 3 mais comuns, separando-as por camada da aura.


No nível etérico podemos gerar essas “fissuras” ou mesmo o bloqueio do fluxo energético no canais de energia quando geramos alguma enfermidade grave que acometa o corpo físico, a região afetada terá seus canais de energia e sua “malha etérica” muito danificada, o que dificulta o processo de recuperação dos tecidos biológicos, afinal a matriz que os “orienta” se encontra no corpo etérico. Cortes decorrentes de cirurgias também “cortam” a “malha etérica” e precisam de “cicatrização”, assim como ocorre no físico.


No nível emocional, temos os traumas emocionais, que são “nódulos” energéticos de matéria emocional, que “aprisionam” quantums de informação que nada mais são do que aquele “trauma” que fica condensado no corpo emocional. Sempre que se libera esse trauma, fica uma certo “buraco” aonde esse “nódulo” estava, que precisará ser preenchido e cicatrizado.


No nível mental temos o mesmo processo citado acima, porém aqui a energia condensada é de matéria mental, formando as famosas formas pensamento que, se forem muito intensas e fortes, geram grandes distúrbios no campo mental inferior e, caso sejam removidas por alguma terapêutica, também deixarão certas “marcas” neste corpo que precisará de cuidados.


Em todos os casos o Âmbar será um grande auxiliar, pois ele acelera o processo de recuperação das camadas da aura. Se usarmos o Âmbar durante ou após esses processos profundos de cura, todo o sistema se reparará de maneira muito mais eficaz.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

EDUARDO MELLO CRISTAIS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS